prova-oab

Quantas questões preciso acertar para passar na prova OAB?

Sendo uma dúvida comum entre a maioria dos candidatos na prova OAB, a pergunta “Quantas questões preciso acertar para passar na OAB” é fácil de ser respondida.

Mas, antes disso, você precisa entender o motivo pelo qual a aprovação é tão importante para a sua carreira e futuro profissional.

 

Importância do Exame OAB

O Exame de Ordem, organizado pelo Conselho Nacional da OAB e aplicado pela Fundação Getúlio Vargas – FGV, é a condição a qual se submetem todos os bacharéis de Direito que desejam exercer a função de Advogado.

A avaliação pode ser realizada até por quem ainda não concluiu o curso completo. A única condição é estar matriculado no último ano, em qualquer um dos dois últimos semestres do curso.

 

Estrutura da prova da OAB

 

Prova de 1ª fase

Composto por provas divididas em duas fases, o Exame de Ordem possui um alto nível de exigência e também devido a isso, um alto nível de reprovação.

A 1ª fase do exame OAB é composta por prova objetiva com 80 questões. Nela são avaliadas todas as disciplinas obrigatórias trabalhadas durante todo o curso de Direito, das quais fazem parte os conteúdos de Ética, Direito Civil, Direito Processual Civil, Direito Constitucional,  Direito Administrativo, Direito Penal, Direito Processual Penal, Direito do Trabalho, Direito Processual do Trabalho, Direito Tributário, Direito Empresarial, Direitos Humanos, Direito Internacional, ECA, Direito Ambiental, Direito do Consumidor e Filosofia do Direito.

Considerando o valor de 1 ponto para cada questão, é necessário obter, ao menos 50%, de acerto para participar da 2ª fase.

Ou seja, para garantir a participação na prova de 2ª fase, o candidato precisa acertar 40 questões no gabarito OAB.

 

Prova de 2ª fase

Já a 2ª fase do exame permite que o candidato escolha uma opção entre 7 disciplinas (Direito Administrativo, Direito Civil, Direito Constitucional, Direito do Trabalho, Direito Empresarial, Direito Penal e Direito Tributário) para ser avaliado.

A etapa é constituída por uma prova prático-profissional em que o candidato deve realizar uma peça profissional e quatro questões discursivas.

A avaliação é feita considerando o valor de 5 pontos para a peça profissional e 1,25 pontos para cada questão discursiva.

Para obter a aprovação, é preciso obter nota superior a 6 pontos na somatória.

 

Como se preparar para prova?

Para se dar bem e conquistar a tão sonhada aprovação no Exame de Ordem, é necessário contar com uma preparação bastante específica, e que muitas vezes é oferecida por um bom preparatório OAB.

Considerando os cursos na modalidade a distância, eles são uma excelente opção para quem busca aliar custos acessíveis e liberdade de tempo, já que por meio de videoaulas previamente disponibilizadas você mesmo pode elaborar o seu cronograma de estudos.

Além disso, com o auxílio de professores experientes e atuantes nesta área, com certeza ficará mais fácil entender e relembrar os conceitos já vistos durante a faculdade.

Com todas estas dicas, esperamos que você inicie seus estudos com muita motivação e conquiste a tão sonhada aprovação do Exame de Ordem. Boa sorte!

malas-de-viagem

Mala de viagem pequena: qual o tamanho da bagagem de mão?

A mala de viagem pequena sempre gera dúvidas em quem está se organizando para finalmente conhecer o destino de seus sonhos. Uma delas é qual seria o tamanho bagagem de mão.

Está com essa dúvida? Então, confira aqui qual o tamanho aceito pelas companhias aéreas para a bagagem de mão e dicas para evitar excesso de peso ao arrumar sua mala.

 

Qual o tamanho da bagagem de mão?

O tamanho da bagagem de mão é o mesmo para viagens nacionais e internacionais. A norma diz que a mala deve ter 115 centímetros, no máximo, considerando rodas, alça e bolsos.

Por isso, boa parte das opções de mala de bordo do mercado já são padronizadas com 55 centímetros de altura, 35 de largura e 25 de comprimento, totalizando os 115 centímetros exigidos.

No que se refere ao peso da mala de viagem de mão, o recomendado é o máximo de 10 kg para voos nacionais e internacionais (varia de acordo com a companhia aérea).

 

Como evitar excesso de bagagem

Com as limitações de tamanho e peso da mala de viagem, é comum ficar em dúvida sobre como evitar excesso de bagagem e o pagamento de uma taxa extra. Curiosamente, há algumas dicas a serem seguidas.

A principal é ser minimalista ao montar sua mala, editando-a ao máximo. Leve roupas de acordo com os dias que ficará no local e considere repetir peças que sujam menos, como calça, casaco e sapato.

Se possível, leve somente roupas que combinam entre si, o que possibilita montar um número maior de looks com uma quantidade reduzida de peças, além de diminuir ainda mais o peso da mala.

Além disso, divida o conteúdo de sua mala de viagem com a bagagem de mão, sempre atentando ao peso de ambas para evitar excesso em uma delas. Assim, dá para garantir um espaço extra na mala para lembrancinhas e compras.